Medicina Tradicional Chinesa

/Medicina Tradicional Chinesa
Medicina Tradicional Chinesa 2018-03-11T18:40:50+00:00

Medicina Tradicional Chinesa (MTC), também conhecida como medicina chinesa, é a denominação usualmente dada ao conjunto de práticas de medicina tradicional em uso na China, desenvolvidas ao longo da sua longa história.

A MTC tem por princípio básico a teoria da energia vital do corpo (chi ou qi) que circula pelo corpo através de canais, chamados de meridianos, os quais têm ramificações que os conectam aos diversos órgãos do corpo humano.

A Medicina Tradicional Chinesa engloba as seguintes práticas:

– Acupuntura

– Fitoterapia chinesa

– Ventosaterapia

– Moxabustão

– Auriculoterapia

– Tui Na

 

Acupuntura, tem aplicação na dor crónica e aguda, em dermatologia, em problemas emocionais, em fertilidade, em renúncia tabágica, em emagrecimento, em pneumologia e alergologia;

mtc9_acupunctura

Fitoterapia chinesa, é composta por medicamentos obtidos empregando-se matérias-primas activas vegetais, sendo um complemento importante à acupuntura;

mtc7_fitoterapia

Ventosaterapia,  consiste no aquecimento de pontos e zonas específicas propiciando uma melhor irrigação sanguínea, bem como auxiliando o correto fluxo dos impulsos nervosos;

mtc10_ventosaterapia                                                                                                                                                  mtc11_ventosaterapia

Moxabustão, ajuda na circulação do sangue que por sua vez permite a correta irrigação de tecidos, auxiliando na remoção da patologia, promovendo o estado de saúde;

mtc14_moxabustao

Auriculoterapia, é uma técnica de diagnóstico e tratamento baseada no pavilhão auricular, ou seja, um tratamento através da orelha, sendo muito eficaz quando associada à acupuntura e fitoterapia;

mtc16_auriculoterapia

“Tui Na”, ou “Tuiná”, é uma terapia chinesa utilizada com outras técnicas terapêuticas e constituída por um variado conjunto de técnicas manipulativas (massagem), para estimular ou sedar os pontos dos meridianos do paciente, visando o equilíbrio do fluxo de energia por estes canais.  A etimologia é composta pelo termo “Tui” que significa “empurrar”, e “Na” que significa “agarrar”.

mtc22_tuina